Mundo

Produto animal congelado segue como possível causa do coronavírus

Relatório detalha que fornecimento do mercado de Wuhan incluía animais que testaram positivo para covid no final de 2019

A pista de uma possível origem do novo coronavírus de uma cadeia de frio é uma das alternativas deixadas em aberto nesta terça-feira (30) por uma equipe de pesquisadores que realizou uma investigação em Wuhan sobre como a pandemia da covid-19 foi desencadeada.

Segundo o relatório, pouco antes do fechamento do mercado de Huanan, em Wuhan, considerado o ponto de partida da propagação do vírus, foram avaliadas 923 amostras ambientais, das quais, 73 deram positivo.

“Isso revela uma contaminação generalizada das superfícies com o novo coronavírus, compatível com a introdução do vírus através de pessoas, animais ou produtos infectados”, diz o texto.

O relatório detalha que o fornecimento do mercado incluía produtos de animais de mais de 20 países, mantidos em uma cadeia de frio, o que inclui alguns que deram positivo para a covid-19 do final de 2019 ou em que foram encontrados “parentes próximos” deste vírus.

Exames realizados ao longo de 2020 em outros mercados de Wuhan e atacadistas, não identificou indícios que o vírus circulava entre animais.

Fonte: R7

Jose Roberto Neves

Comunicador Social, Formado em História pela Universidade Estadual da Bahia. Lecionou por mais de uma década na Escola Família Agrícola de Boquira e atualmente é editor do site Rede Boquira News e trabalha como radialista, exercendo a profiisão que sempre sonhou.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Que pena.